Universidade Federal de Santa Catarina – Centro de Curitibanos

Arquivo para janeiro, 2013

Santa Catarina pode flexibilizar legislação do corte da araucária

Os resultados obtidos pelo Inventário Florístico Florestal de Santa Catarina podem alterar algumas medidas ambientais altamente restritivas no estado. Um exemplo é a relação dos moradores de áreas próximas a florestas e até própria legislação em relação à araucária, espécie com corte proibido.

Segundo Daniel Piotto gerente executivo de Informações Florestais do Serviço Florestal Brasileiro (SFB), foi possivel observar que o número de araucárias, que é uma espécie com corte proibido, é muito maior do que se imaginava. Apesar disto, a restrição é mantida. O resultado, segundo relatos de moradores locais, é que, muitas vezes, proprietários de terra eliminam as araucárias ainda pequenas que brotam no meio de pastos para evitar problemas com a lei posteriormente, quando se tornarem árvores.

“A ideia da lei é proteger, mas você está restringindo cada vez mais desta forma”, avaliou Piotto, explicando que o volume de novas árvores da espécie não tem aumentado como ocorreria se as restrições fossem flexibilizadas. O gerente do SFB disse que a conclusão acendeu um debate no estado. Autoridades ambientais e de outras áreas estão reavaliando as medidas em relação à araucária para avaliar se realmente é possível e necessário flexibilizar as regras.

0,,48130687,00
Foto: Manoel Marques

Leia mais:revistagloborural.globo.com

Anúncios

Os números de 2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um resumo:

600 pessoas chegaram ao topo do Monte Everest em 2012. Este blog tem cerca de 8.400 visualizações em 2012. Se cada pessoa que chegou ao topo do Monte Everest visitasse este blog, levaria 14 anos para ter este tanto de visitação.

Clique aqui para ver o relatório completo


Grupo Escoteiro Curitibanos reabre inscrições

As inscrições para o Grupo Escoteiro Curitibanos foram reabertas. Os interessados poderão se inscrever pelo telefone: (49) 3241-1391. Poderão participar crianças e jovens de 7 a 17 anos como membro juvenil e acima de 18 anos como chefe escoteiro. As atividades iniciarão dia 16 de fevereiro. Maiores informações http://gecuritibanos.wordpress.com/

66427_2652680972907_609695157_n.jpg


Projeto concilia produção lucrativa com preservação da floresta no Pará

Um sistema ágil de fiscalização e punição dos devastadores ilegais da floresta ajudou o município de Paragominas, no Pará, a sair da lista negra dos desmatadores da Amazônia, em março de 2010. Mas depois dessa conquista, surgiu o problema de aumentar a produtividade e garantir o lucro das fazendas, sem destruir a floresta. Logo percebeu-se que para conciliar preservação e lucratividade precisaria mudar seu jeito de produzir.

Nesse momento criou-se o “Pecuária Verde”, um projeto elaborado pelo Sindicato Rural de Paragominas, que terá duração de cinco anos e está sendo implantado inicialmente em seis fazendas, com o auxilio financeiro de empresas privadas. Que tem como objetivo basicamente o pastejo rotacionado, o bem estar na fazenda e a exploração adequada da floresta.

Além de mudar o modo de produzir, também está sendo alterado a maneira como os fazendeiros viam a floresta. Com o Programa de Adequação Ambiental e Agrícola nas propriedades, uma das grandes novidades é o que eles estão chamando de enriquecimento da Reserva Legal. Que consiste no plantio de mudas de espécies nativas que podem ser exploradas no futuro, em áreas que sofreram algum tipo de manejo no passado, as chamadas florestas secundárias. No entanto, nas poucas áreas de floresta virgem, não é permitido mexer, continuando intocáveis.

Os criadores de Paragominas sabem que ainda têm muito há fazer, como regularizar áreas, recuperar crédito e capacitar outros produtores, mas sabem também que com todo esse trabalho encontraram finalmente um caminho certo.adubacao-pasto4

 

Leia mais em: http://g1.globo.com/natureza/noticia/2013/01/projeto-concilia-producao-lucrativa-com-preservacao-da-floresta-no-pa.html


18ª Edição do Dia de Campo COPERCAMPOS

imagem 3

Nos dias 26, 27 e 28 de fevereiro de 2013 sera realizado a 18ª Edição do Dia de Campo COPERCAMPOS.

Realizado anualmente, o Dia de Campo Copercampos organizado e conduzido pela cooperativa é um dos maiores eventos do agronegócio brasileiro, e têm a parceria com as empresas de sementes, fertilizantes, agroquímicos e expositores em geral. Pesquisas são realizadas no Campo Demonstrativo para validação de novas tecnologias, desenvolvimento e melhoria da eficiência produtiva. Os resultados dos testes com sementes, produtos químicos e técnicas de produção, servem de referência para o planejamento das áreas de produção dos associados da Copercampos e agropecuaristas visitantes.

Empresas de Pesquisa

• MONSOY
• FUNDAÇÃO MERIDIONAL
• EMBRAPA ARROZ E FEIJÃO
• EMBRAPA SOJA
• NIDERA SEMENTES
• SYNGENTA SEEDS
• IAPAR
• IGRA SEMENTES
• BRASMAX
• EPAGRI
• COODETEC
• IAC (INSTITUTO AGRÔNOMO DE CAMPINAS)

Novas Tecnologias

O Dia de Campo Copercampos é um evento tecnológico promovido para apresentar as novas tecnologias ao empresário rural.

Confira as novidades em:

• Máquinas agrícolas e equipamentos
• Insumos Agrícolas
• Sementes
• Linha Pecuária

Agricultura e Pecuária

• Tecnologia de aplicação de defensivos agrícolas;
• Demonstração de cultivares de soja e feijão;
• Demonstração de híbridos de milho, sorgo e girassol;
• Tecnologia no manejo da cultura do milho;
• Fertilidade e manejo do solo;
• Manejo de plantas daninhas;
• Manejo de plantas resistentes;
• Manejo de pragas e doenças;
• Plantio direto;
• Melhoramento de pastagem;
• Integração lavoura/pecuária;
• Exposição de linhagem de suínos;
• Biotecnologia/novos eventos em milho e soja;
• Meio ambiente/reflorestamento;
• Agroecologia;
• Defesa sanitária vegetal e animal;
• Agricultura familiar;
• Biofertilizante.


UFSC divulga lista de aprovados no vestibular 2013

O resultado oficial por curso encontra-se disponível no site http://antiga.coperve.ufsc.br/vestibular2013/resultado/vestcac03_LinkCursos.html

Para ver o resultado do curso de Agronomia acesse: http://antiga.coperve.ufsc.br/vestibular2013/resultado/vestcac03_Curso555.html

Para ver o resultado do curso de Engenharia Florestal acesse: http://antiga.coperve.ufsc.br/vestibular2013/resultado/vestcac03_Curso553.html

Para ver o resultado do curso de Medicina Vererinária acesse: http://antiga.coperve.ufsc.br/vestibular2013/resultado/vestcac03_Curso552.html

 


Impactos mundiais das mudanças do uso da terra serão estudados

Com a população mundial em grande crescimento, a demanda por alimentos consequentemente aumentará. Ao mesmo tempo, terras utilizadas para agricultura e pecuária deverão diminuir globalmente nas próximas décadas.

Com o objetivo de enfrentar estes problemas, um grupo de pesquisadores de diferentes países, incluindo do Brasil, iniciará uma série de estudos colaborativos buscando aumentar a compreensão e gerar conhecimento científico para que os problemas sejam minimizados. O grupo  irá elaborar teses para garantir o futuro da segurança alimentar global.

As discussões já foram iniciadas em São Paulo no mês de dezembro, durante o “Belmont Forum International: Call Scoping Workshop on Food security and land use change”, que teve como objetivo definir áreas prioritárias de pesquisa, relacionadas à segurança alimentar e mudanças no uso da terra, e que poderão integrar a segunda chamada de propostas do Belmont Forum.

0,,43879335,00

Leia mais em: http://revistagloborural.globo.com/Revista/Common/0,,EMI327938-18095,00-IMPACTOS+MUNDIAIS+DAS+MUDANCAS+DO+USO+DA+TERRA+SERAO+ESTUDADOS.html


Da Índia para o Brasil: o boi de cupim que virou garantia de lucro no agronegócio

Hoje o zebu é a principal raça de todo o rebanho brasileiro. Graças aos avanços tecnológicos, os zebuínos são a garantia de excelência na exportação de carne para mais de 150 países, além do mercado nacional de leite e do couro.

Ivadi Coninck de Almeida ainda era jovem quando comprou o primeiro boi, um indubrasil. Décadas se passaram, ele chega aos 90 anos com saúde, mantém os hábitos campeiros e está com um um plantel de 800 cabeças de gado, mas mudou o rumo do negócio. Partiu para os zebus, animais que têm impulsionado a pecuária.

No mercado mundial de carnes bovinas, o Brasil é um dos maiores exportadores. A raça que mais se destaca no rebanho nacional é justamente o zebu. Detentor de características dignas, os zebuínos são  indispensáveis em experiências tecnológicas para o melhoramento genético e consequentemente, maior excelência da carne e leite.

A exemplo dos outros anos, a expectativa do Brasil na exportação é aumentar em 20% a sua receita em relação a 2011, que fechou em US$ 5,3 bilhões, montante 12% superior ao registrado em 2010. Para isso, o país aposta na qualidade de sua carne, grande parte oriunda de rebanhos zebuínos onde a maior parte é concentrada em regiões acima do Paraná. Em Santa Catarina, a atividade é recente, mas a tecnologia está mudando esse cenário.

Da Índia para o Brasil: o boi de cupim que virou garantia de lucro no agronegócio

Continue lendo: http://www.clmais.com.br/informacao/47865/zebus-se-tornam-garantia-de-lucros-ao-agroneg%C3%B3cio-na-serra